; charset=UTF-8" /> » r(e)voluciclo

Archive for the ‘r(e)voluciclo’ Category.

Autonomia no Transporte – 17.08.13

Hoje mais um sábado sobre autonomia no Espaço Deriva. Estará rolando um bate papo sobre autonomia no transporte.

Alguns assuntos a serem abordados:

– Alternativas de mobilidade

– Bicicleta : autonomia e independência; interação com a cidade e as pessoas; impacto no meio ambiente.

– Resistência Política

– Carrocentrismo

– Marginalização da bicicleta

– Bicicleta e divisão de classes

– A bicicleta como ferramenta feminista:

* Independência

* Segurança

* Capacitação

* Mulher no século XIX, utilizando a bicicleta,  saindo da esfera doméstica e privada para ir as ruas e deixar de ser o apêndice do homem. Luta das mulheres contestada pela sociedade onde eram também ridicularizadas por serem consideradas masculinizadas. Questionamento da feminilidade, das mulheres em grupos, da lesbianidade. Vestimenta desapropriada para mulheres, dificultando emancipação.

* Liberdade

* Auto- confiança

Hoje, 17 de agosto às 17h no espaço Deriva que fica na Ramiro Barcelos 1853. [POA]

Página Inicial

KontraDogma//Revoluciclo

KontraDogma

A Fanzinada, um encontro itinerante de fanzineirxs, passou por Porto Alegre na última sexta. Participamos e tivemos a oportunidade de mostrar nosso novo zine, KontraDogma, que estivemos confeccionando nos meses de dezembro e janeiro.

O zine nasce da vontade de escrever sobre temas diversos, e esta primeira edição conta com o Relato da 2ª Feira do Livro Anarquista de PoA, entrevista com a banda anarcopunk de Grenoble, Chicken’s Call, e devaneios diversos… Entre em contato se voce quiser uma cópia!

Na Fanzinada, rolaram vídeos interessantes sobre o punk no ABC Paulista, e sobre fanzineirxs, enquanto na outra sala do Moinho Negro rolava a exposição de zines de várias épocas e temas diversos. Depois seguiu-se um debate que contou com xs zineirxs Law Tissot, Thina Curtis, Jamer Mello e Daniel Villaverde.

Revoluciclo

Outra novidade aqui no blog é a nova categoria r(E)voluciclo, contendo os posts do blog de mesmo nome que costumavamos tocar no servidor noblogs. A temática principal destas postagens trata de mobilidade urbana e do uso da bicicleta como ferramenta de autonomia e resistência e surgiu da nossa vivência ao utilizar a bicicleta como meio de transporte diariamente. Resolvemos migrar o conteúdo do blog Revoluciclo para cá e novos textos também serão postados diretamente aqui.

Ação Direta

Dia Mundial Sem Carro!

Hoje, dia 22 de setembro, é celebrado o Dia Mundial Sem Carro, em várias cidades ao redor do mundo ações e eventos marcam a data propondo uma reflexão sobre os danos da cultura do carro. A data surge também para incentivar que reavaliemos nossos hábitos e necessidades e a dependência que criamos em relação ao carro, para que cada umx tente experimentar uma outra forma de se locomover, mais eficiente, menos violenta e não-poluente.

Aqui em Porto Alegre teremos uma MassaCritica/Bicicletada extra, especial para o DMSC, com encontro às 18h no Largo Glênio Peres.

Em outras cidades do brasil também rolarão várias atividades:

=> Curitiba – Está rolando desde o inicio do mês o festival Arte, Bicicleta & Mobilidade com oficinas de manutenção da bicicleta, oficinas artísticas, “música para sair da bolha” e sessões de “Ciclecine”. Além disso acontecerá a Marcha das 1000 Bikes, uma FlashMob, debates, Desafio Intermodal, Bicicletada…

=> Belo Horizonte – Pedalada-Manifesto, Desafio Intermodal…

=> São Paulo – BikeBus, Desafio Intermodal, FlashMobs, Passeios Ciclisticos, Oficinas de Manutenção, VagaViva, Bicicletadas….

=> Joinville – a Prefeitura fechará as ruas centrais das 5h às 18h

=> Rio de Janeiro – VagaViva, Passeios Ciclisticos, BikeBus, Bicicletada Extra, carros ficarão proibidos de estacionar no centro da cidade…

Fiquem com o video AutoSchreck (Roland Schraut, GER, 1994, 15 min.) aúdio em alemão e inglês.

http://video.google.com/videoplay?docid=7580935748097562505

página inicial

pedala e espalha!

Seguimos pedalando… porque gostamos, acreditamos e lutamos.

Ontem aconteceu a 3ª Alleycat da cidade e foi mais uma vez muito bacana e divertida. O mais massa dessas corridas tem sido perceber solidariedade, amizade, incentivo, descontração, a atmosfera em fim que também conta com suor, superação e esforço que vale a pena.

o vento soprou a bicicleta vascilou… vamô!

e quem chegou primeiro ainda entregou seu prêmio ao ciclista atropelado na sexta passada…

pra não deixar que a vontade esmoreça

nem que o coração endureça

sementes se espalham e levam mensagens. spoke card da corrida.

página inicial

Atropelamento criminoso seguido de fuga!

Um ciclista que trabalha como mensageiro na Pedal Express, experiente e acostumado às provocações e ameaças constantes do trânsito de PoA, foi vitima nesta sexta-feira, por volta das 10h de um atropelamento proposital seguido de fuga.

Enquanto pedalava pela Rua Demétrio Ribeiro, próximo a Borges o ciclista foi ameaçado pelo ronco do motor de um sedan Renault Megane preto, com vidros fumê, cuja placa inicia com as letras IND. O mensageiro ainda chegou a pedir calma para o motorista, visto que no trecho não havia espaço para ultrapassagem. Sem exitar, o motorista forçou sua passagem com uma arrancada violenta, passando por cima da roda traseira da bicicleta – o ciclista conseguiu se jogar para o lado e sair ileso. O ciclista abandonou sua bicicleta e correu atrás do agressor que fugiu covardemente, furando sinais e cantando pneus até sumir de vista na Av. Borges de Medeiros, sentido CENTRO-BAIRRO. O carro tem um amassado na lateral-traseira no lado do motorista porque foi atingido por um pedestre que quase foi atropelado na fuga e provavelmente tem avarias no capô e grade frontal. Fiquem atentxs, DENUNCIEM, ESCRACHEM! Não podemos mais ser ameaçadxs!

Pelo direito de pedalar!

página inicial

Fim de Semana de Alicate e Massa Critica

AlleyCat ECMC/Berlin – Foto: Maria Laub

Hoje é recem terça mas logo logo o fim de semana tá ai. Apesar de que xs sábixs do tempo estão nos prometendo chuva, não vai dar pra ficar trancadx em casa! Na sexta vai rolar a Massa Critica de julho – pra quem ainda não sabe, no mundo todo a MC acontece na última sexta de cada mês – a partir das 18h15 no largo Zumbi dos Palmares. Já no sábado vai acontecer a segunda corrida AlleyCat de PoA. Depois da Vencendo à Cidade! vem aí a Alicate Pirata, com largada do Cais do Porto e inscrições por cinco reais a partir das 16h. Mais infos na hora, no local. Nos vemos lá!

página inicial

Como se vence o Carmageddon?

Neste último fim de semana um desafio chamou a atenção de muita gente que ainda não acredita no potencial que as bicicletas tem em desimobilizar as cidades. Algo como um desafio intermodal sem muito planejamento, quase que espontâneo. Tudo começou com o anúncio de que uma das principais rodovias de Los Angeles/EUA seria fechada por um fim de semana inteiro. A rodovia de cerca de 16Km que conecta a parte norte de L.A. à praia teve de ser fechada para obras por apenas 53 horas e o pânico se instaurou: o Carmageddon! O Prefeito previu quilometros de engarrafamentos e alertou, fiquem próximos de suas casas, evitem pegar rodovias e ainda, utilizem o transporte público!

Los Angeles é conhecida como uma das cidades mais carrocêntricas dos EUA, e muito provavelmente do mundo, sua quadras são cortadas por largas vias arteriais com semáforos ‘inteligentes’ que se auto-programam para permitir o fluxo de carros em altas velocidades, essas vias se conectam à freeways gigantescas com dezenas de pistas barulhentas fechadas atrás de muros. Todo esse esforço em estimular o uso de automóveis acima de tudo levou o tráfego de Los Angeles à ser considerado o mais congestionado de todo os EUA em 2005.

A companhia àerea JetBlue prometeu a solução para o fim-de-semana caótico que estava anunciado à todxs xs motoristas criando uma nova rota de vôo ligando o norte de LA à praia – menos de 62km – por apenas $4! Nem todxs acharam essa solução milagrosa, e quando alguém postou na internet que qualquer bom ciclista seria mais rápido que um voo entre locais tão próximos, um grupo de ciclistas urbanxs chamado wolfpack hustle aceitou o desafio, apostando uma corrida contra a JetBlue. A companhia não aceitou diretamente o desafio mas dedicou um assento em um de seus voos para levar um passageiro que representou o desafiador. A ideia absurda de que um avião à jato fosse uma forma eficaz de evitar congestionamentos foi caindo por terra: aproveitando o desafio outro competidor decidiu desafiar o jato comercial e utilizou apenas suas pernas e o infame sistema de metrô de LA, enquanto outra decidiu participar do desafio utilizando Patins.

Como muitxs já esperavam xs ciclistas da WolfPack Hustle ganharam da JetBlue com folga e provaram que, considerando o tempo de deslocamento até o aeroporto, a quantidade de controle que xs passageirxs tem de enfrentar antes do embarque, os atrasos nas pistas de decolagem e pouso, etc. a bicicleta é mais veloz e um transporte muito mais viável, mais simples e mais independente. Logo após os ciclistas, chegaram o competidor que caminhou até pegar o metrô e de lá até a linha de chegada e a que patinou todo o caminho.

Bike: 1:34
Metrô/Caminhar: 1:44
Patins: 2:40
Avião/Taxi: 2:54

“The ride was beautiful and scenic, our race inspired people to rollerskate, to take trains, to walk to the finish. Meanwhile our politicians and police cowered and bit their nails, telling people to stay home and avoid this sunny California weekend.” – WolfPack Hustle

página inicial

Solidariedade a Antonio Bertolucci

Toda a solidariedade ao ciclista Antonio Bertolucci que foi morto quando atropelado por um ônibus no dia 13 de junho em São Paulo.

O motorista alega que não viu Antonio, que ele estava no ponto cego do ônibus. Mas isso só acontece porque a cultura do carro permite que umx motorista não zele realmente pelxs demais. O ônibus atropelou Antônio por trás. Sendo assim em algum momento da aproximação do ônibus com o ciclista, o motorista teria que tê-lo visto e então desviado com distância segura ou esperado até que existisse segurança para ultrapassá-lo. Se não o viu em nenhum momento é porque não teve o cuidado necessário que requer a utilização de um automóvel.

A indiferença de motoristas a pedestres e ciclistas é diária. É bastante preocupante saber que as pessoas por um segundo, por pressa, por uma vontade de estar na frente ou chegar primeiro, passem por cima literalmente das outras pessoas, de suas vidas. E muitas vezes o que vemos não é indiferença, e sim raiva.

Todos os dias enfrentamos dificuldades na ruas e temos que lutar por espaço, para que respeitem nosso direito de estarmos ali de bicicleta. Muitxs motoristas buzinam sugerindo que temos que sair da frente, pois pensam de fato que estamos no lugar errado. Pensam também que estamos ‘atravancando’ a passagem delxs. A todo momento os carros tiram fininho de nós, nos colocando em perigo. Mas não passa pela cabeça destas pessoas que elas não são as únicas que estão indo e vindo? É uma questão de classe. O modal aceito é o carro,quanto a isso não há dúvida. Qualquer outro modal é marginalizado e deve ser confrontado até que saiba “qual é o seu lugar”. Que lugar seria esse?

E quando quem está de bike se depara com varios carros parados? Isso é muito comum!!! Os engarrafamentos são constantes! então nem está correta a lógica de que carro é sempre mais rápido e eficiente.

Xs catadorxs são também constantemente desrespeitadxs e xingadxs nas ruas, porque “não deveriam estar lá” e obrigam que xs motoristas reduzam a velocidade. Mas elxs estão ali porque precisam, porque estão sobrevivendo desta forma. Felizmente o carrinho dos catadorxs lhes protege um pouco mais, principalmente porque xs motoristas não querem estragar a lataria de seus carros.

Xs pedestres também são constantemente desrespeitadxs e sofrem constante perigo. Infelizmente xs pedestrxs em sua maioria, por razão da cultura do carro, já se conformaram e não é a toa que xs vemos correndo ao atravessarem faixas de pedestres por exemplo, mesmo que isso seja de direito! O carro está em primeiro lugar, é considerado prioridade. Uma pessoa dentro de um carro é mais importante que as demais e merece que todxs dêem licença a ela. O trânsito deve ser rápido, o fluxo nunca deve parar, talvez seja por isso que vemos fiscais fazendo vista grossa quando um carro avança sobre pedestres ou mesmo passa sinal fechado. Se não resultou em acidente, ufa! Aliviou o fluxo, maravilha!

Mas o transito é caótico pela quantidade absurda de carros nas ruas! São os carros que trancam as ruas, os cruzamentos, e que tornam o trânsito lento. “Trânsito” é sinônimo de tráfego de carros…tem alguma coisa errada aí…pois as pessoas estão também transitando de outras formas.

Neste “trânsito”, são os carros que matam!

É a cultura do carro que está matando pessoas todos os dias!

página inicial

Massa Crítica e fim de semana Intergaláctico

Nesta sexta (24) acontece a Massa Critica de junho que será uma massa especial! Vai ser a abertura do 1º Festival Intergaláctico da Bicicleta, que ocorrerá durante todo o fim de semana. Chegue cedo para decidirmos juntxs qual rota nossa frota intergaláctica irá tomar! Venha fantasiadx na sua nave à propulsão humana ou alienigena!

Confira a programação completa do festival em http://fibici.wordpress.com/

página inicial