; charset=UTF-8" /> » neonazismo

Posts tagged ‘neonazismo’

Anarco.Filmes: A Marcha Contra a Opressão!

Saiu um documentário produzido pelos coletivos Anarcopunk.org e Anarcopunk Diversidade sobre a MARCHA CONTRA A OPRESSÃO que rolou aqui em PoA no inicio de Julho em resposta a um ataque protagonizado por neonazistas à comunidade Utopia e Luta. O video ficou muito bom, trazendo relatos e  filmagens da marcha.

Confira também a página da Anarco Filmes que tem uma seleção de videos sobre anarquismo, punk, movimentações, informes e noticias.

página inicial

relato manifestação 8 de julho

Na última sexta-feira saímos às ruas para demonstrarmos nossa revolta contra os grupos neo-nazistas e os recentes ataques por elxs perpetrados. Nos reunimos por volta das 19h na escadaria da Borges, em frente ao prédio da Comunidade Utopia e Luta e já na concentração dava para sentir a força que o ato teria. Mais de 2 centenas de pessoas estavam lá: moradorxs do Utopia e Luta, membros do Levanta Favela, do Moinho Negro, Amigos da terra, Mulheres Rebeldes, Resistência Popular, quilombolas, movimento negro, movimento LGBT, moradorxs de rua, anarkopunks, ciclistas, nós da açãoantisexista e outrxs indivíduos. Pouco depois das 20h começamos a caminhada pelas ruas do centro da cidade denunciando locais freqüentados por neo-nazis, distribuindo panfletos e conversando com as pessoas que passavam. Durante todo percurso tivemos batucada e cantos anti fascistas, entoando sempre  o “Não Passarão!”

Terminamos o ato com uma concentração no Largo Zumbi dos Palmares, onde o microfone ficou aberto a denúncias e relatos. Também teve música, dança, diversão… uma festa de rua!

temos o panfleto em melhor qualidade para baixar na seção zines

página inicial

NO PASARAN!!! Mani contra o nazifascismo dia 08 de julho!


hoje acontece aqui em Porto Alegre a manifestação contra o nazifascismo, o racismo, a homofobia, a xenofobia  e toda forma de discriminação!

a mani surge poucos dias depois do ataque à comunidade Utopia e Luta, onde neo-nazis picharam a fachada do prédio com suásticas e simbologias nazistas.

pois que os neo- nazis e simpatizantes saibam que NÃO PASSARÃO!

a concentração será em frente a comunidade Utopia e Luta, alí na escadaria da Borges às 19h. a saída da mani é às 20h!

contribua com sua presença e seu grito contra a intolerância!

página inicial

Violência de Estado

A última Marcha da Maconha em são Paulo foi marcada por repressão e abuso policial, logo, violência de Estado.

Esta violência já começa quando a marcha em si é proibida de acontecer pelo Tribunal de Justiça um dia antes. A Marcha da Maconha propõe um diálogo, para que se discutam todas as questões envolvidas à legalização. Como falar em apologia a maconha não causa mais o efeito desejado, a marcha foi considerada apologia ao crime. Mas é justamente disso que a marcha se trata! O que estão dizendo com isso? Que as leis não podem ser questionadas, mudadas? Mais uma incoerência do sistema, pois muitas leis já foram modificadas e criadas desde a primeira constituição.

Xs manifestantes então decidiram por realizar uma Marcha Pela Liberdade de Expressão, pois clamam pelo debate.

Mas esta marcha também foi reprimida e a polícia usou de violência e muito gás lacrimogênio contra xs manifestantes, e que acabaram atingindo também varias outras pessoas que estavam nos arredores da marcha. Mais uma incoerência aí – a droga de Estado. O gás lacrimogênio causa muitos danos à saúde, mas é a droga usada pela polícia para “conter” manifestantes (pessoas). É droga legal e recomendada pelo Estado.

Para completar a cena, havia um grupo contra a marcha composto por neonazis, fascistas, ultra nacionalistas, que aplaudiam a violência policial assegurados pela proteção da mesma.

Proteção, Segurança, Violência, Drogas, Leis, Constituição, se tornam palavras que mudam de sentido de acordo com convenções e conveniências perpetuadas pelo Estado e pela estrutura de desigualdades das quais o sistema se alimenta.

página inicial

Chamada – Ação Antifascista!

Neonazistas ameaçam xs participantxs da Parada Livre!

Não é a primeira vez que ameaças como esta vem à tona. Paradas anteriores também receberam ameaças e a parada de São Paulo também já foi ameaçada mais de uma vez. Na realidade a ameça com a qual temos que lidar não está limitada a ataques à paradas, apenas esse mês dois ataques homofóbicos ganharam à mídia corporativa, mas sabemos de muitos outros casos que não ganham tamanha atenção. As ruas não são seguras para todxs que subvertem o regime heteronormativo patriarcal

e refletem o preconceito cruel de nossa sociedade. Os grupos fascistas/neonazis são o cume desse preconceito, levado à sua forma mais extrema e estereotipada;são um simbolo e por isso mesmo devem ser combatidos como tal. Não vamos esperar que o Estado e a Polícia nos defendam!

Convidamos à todxs para comparecerem à 14ª Parada Livre de Porto Alegre, para umx BLOC@ NEGRO-E-ROSA, RADICAL, FEMINISTA E AUTÔNOMA! Pelo direito a autodefesa contra grupos fascistas! FASCISTAS NÃO PASSARÃO! Pela livre expressão de nossa sexualidade!

Neste Domingo, 27 de Novembro!
A partir das 14h, Parque da Redenção.

—————————————————- Atualização 02/12/2010

fotos  bloc@ negro e rosa

página inicial